Quando é hora de buscar um novo emprego?

Janeiro de 2020

É muito comum acabarmos passando mais tempo no ambiente de trabalho do que na nossa própria casa.

Por isso, embora o trabalho seja uma parte muito importante na vida de qualquer pessoa, o mais importante é que ele seja saudável.

Ou seja: não vale a pena continuar em uma empresa se ela não está mais fazendo você feliz, independentemente do motivo.

Se você está desconfiando que está precisando de novas experiências, mas ainda está hesitante, não se preocupe.

Continue lendo e descubra alguns sinais que indicam que está na hora de buscar um novo emprego.

Sinais que indicam que está na hora de buscar um novo emprego

O primeiro sinal, normalmente, costuma ser o desânimo. Você não se sente mais motivado para levantar da cama pela manhã? Fica apreensivo quando chega o domingo e sabe que precisará trabalhar no dia seguinte? Fique atento a esses sinais, eles são extremamente importantes.

O motivo que leva a esse desânimo pode ser variado. Às vezes, você não se sente mais valorizado na sua atual empresa, sente que não está mais fazendo a diferença.

É muito comum, também, casos em que a equipe e o gestor não contribuem nesse quesito. Por exemplo, por mais que você tente dar sugestões, indicar melhorias e aplicar feedbacks, a situação nunca muda.

Lembre-se que, independentemente da sua área, o seu trabalho é importante e as pessoas ao seu redor deveriam enxergar isso, para motivar e incentivar não apenas o seu crescimento, mas o da empresa como um todo.

Outro sinal muito importante é a incidência dos problemas de saúde. É claro que o estresse é normal, ainda mais quando se trabalha com prazos ou metas.

Porém, é preciso estar atento. Crises de pânico ou de ansiedade recorrentes e motivadas por razões do trabalho, por exemplo, são um alerta vermelho.

É sempre importante lembrar que a saúde vem em primeiro lugar. Se você percebe que está tendo muitos problemas de saúde, pare para refletir um pouco sobre os motivos.

É sempre válido tentar conversar com o gestor, por exemplo. Talvez seja o caso de contratar uma nova pessoa para nenhum colaborador ficar sobrecarregado. Porém, se mesmo assim, a situação não se resolver, não hesite em começar a procurar uma vaga mais saudável.

Outro caso comum é quando o funcionário não consegue se enxergar crescendo dentro daquela empresa. Permanecer estagnado por vários anos é uma situação extremamente desestimulante, não apenas pelos motivos financeiros, mas também porque é essencial sentirmos que estamos crescendo na profissão para manter o empenho e a vontade de alcançar ainda mais metas.

Por fim, existem também os casos das pessoas que querem não apenas mudar de emprego, mas também mudar de área. Essa situação demanda mais dedicação, afinal, será preciso mais paciência e um certo investimento em cursos ou, até mesmo, uma nova graduação.

Muitos hesitam nessa transição de área ou emprego, o que é completamente normal. O importante é estar atento para que esse receio não impeça ninguém de tentar novas experiências.

Se você está passando por essa situação, conte conosco. Dê o primeiro passo e envie seu currículo para uma análise gratuita!